Número total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

V Raid BTT à Descoberta das Maravilhas do Sobral

            Mais um super dia de puro btt com a participação quase maciça dos MontiBikers, foi no  Sobral de Monte Agraço. Participantes perto de 500 entre os quais os MontiBikers Victor, Emidio, Nando e Cadilha.
O começo do dia foi fora do comum, ou seja, não houve stress, a saída da garagem do nº 4 foi calma e rápida, eram 8:15h quando saímos de Alverca.
Os Montis chegaram ao Sobral por volta das 8:50h, o local escolhido foi junto ao pavilhão, onde tomaríamos o banho após o raid.
            Rápidos na preparação das bikes chegamos ao secretariado para levantar os dorsais e jersey, onde a organização foi surpreendente, nem 1 minuto levamos para levantar os repectivos, espectacular.Ainda sobrou muito tempo para tomar o cafézinho, tirar fotografias, filmar e conviver com os Bttretas, Pedro, Bispo e Paulo que entretanto apareceram.
            A partida foi pontualissima, parecia que estavamos em Inglaterra, eram 9:30h em ponto, quando tocou o sino da igreija e a organização deu a ordem de partida, melhor do que isto não existe certamente.
Os primeiros kms como seria de esperar foram em grande grupo, em alcatrão por dentro do Sobral e depois a entrada nos trilhos. A variedade foi constante, subidas, descidas, estradão, singletrack, nada faltou neste raid.
O tempo estava amigo do 5º raid e seus participantes, um Sol bonito, ausência de frio e uma paissagem muito bonita.
            Os Montis tentavam permanecer juntos o que nem sempre foi conseguido, mas os que iam um pouco à frente de vez em quando esperavam pelos mais atrasados.
Antes do 1º abastecimento, numa subida bem puchadinha, o nosso amigo Pedro partiu a corrente, fruto de um esforço suplementar. Como eu estava ali mesmo “à mão” dei a minha colaboração na reposição do elo partido. Nunca tinha visto a substituíção deste elemento da bike, foi mais um workshop em pleno raid. A corrente da minha ScottBike também não estava muito boa, apresentava-se muito seca. Depois do Arruda Montejunto tinha lavado a bike mas não oleei a corrente pelo que as condições da dita cuja não eram as ideais.
            O primeiro abastecimento foi aos 15 kms, e para além de tudo o mais, havia para minha alegria serviço de apoio mecânico. Imediatamente derigi-me aos simpáticos serviços que puseram a bike em perfeito estado ciclável.
Montis e Tretas desfrutaram do belo momento que foi este abastecimento. Grande banquete meus senhores, para ser um casamento só faltavam os noivos. Havia de tudo o que um bttista precisa nestas alturas e não só, mesmo cerveja, geropiga e outras que se calhar não vi.
            Retomado o trilho, teria eu uma paragem forçada escassos kms mais à frente, um furo no pneu de trás. MontiNando que vinha na minha roda foi a minha preciosa ajuda, muito obrigado Nando. Este super mecânico está cada vez mais rápido e eficiente nestas operações. Penso que nem 10 min demoramos na mudança da câmara de ar. O local desta operação coincidia com um ponto em que a seta do sentido do trilho não estava bem visível pelo que os enganos eram muitos. Graças à nossa indicação assim como de uma senhora da aldeia muitos participantes foram corrigidos da trajectória.
            O passeio continuou até ao km 30 ponto do 2º abastecimento, na loja da MotoReis. Mais um abastecimento de 10 estrelas, pessoal super simpático, aqui até havia café quentinho, só faltava música ao vivo e bailarico.
            Abastecimento feito partida para o último troço, mais ~18km até à meta.
MontiVictor como tinha compromissos inadiáveis em Alverca, concerto do seu grupo coral Ares Novos, já tinha partido. Acabou por fazer os últimos kms por estrada.
            Nestes últimos kilómetros as pernas já deram algum sinal de cansaço. Num ponto bem alto junto a um moinho fizemos mais uma paragem, que aliando a umas fotos o descanço caíu que nem ginjas.
            Eram 14:45h quando cortamos a meta eu e MontiEmidio, MontiNando já tinha chegado, os nossos amigos Bttretas vinham um pouco mais atrás.
            Seguimos para as lavagens das bikes, junto ao pavilhão, e depois de devidamente acondicionadas no carro fomos nós tratar dos nossos corpos bem suados e cansados, mas com mais um dever cumprido. A água do nosso banho infelizmente para a maioria estava fria, e para a minoria também estava fria. Acabou por ser juntamente com um ou dois pontos do percurso mal sinalizados os aspectos menos positivos deste belo dia de BTT.
            Seguiu-se o almoço que a exemplo dos abastecimentos estava muito bom. Mesmo chegando a uma hora tardia, perto das 16:00h, ainda havia muita comida, que deu para fazer alguns encores. Os Bttretas acabariam por chegar um pouco depois e juntos partilhamos um belo almoço com canja, frango, porco, arroz e batata frita para abrir, frutas variadas e doçarias para se terminar com um cafézinho e alguns ainda o acompanharam com um digestivo.
            Um dia para mais tarde recordar na companhia dos nossos amigos Bttretas em que o S.Pedro deu o seu grande contributo e a maravilhosa equipa da organização deste evento merece nota 10 numa classificação de 0 a 5.

Abraikes e Boas Pedaladas  

Vamos às reportagens fotográficas e de vídeos

Filmes MontiEmidio

5 comentários:

  1. Bela jornada! Houve muitas peripécias BTT, excelentes abastecimentos, muito convívio e o almoço foi de ficar agarrado à mesa!!! E eu que paguei o almocinho e não fui comê-lo!... Ainda bem que alguém se abalançou a comer a minha parte... Sim, ouvi dizer que BTTretas e Montis chegaram tarde mas iam dando cabo do que restava do porco no espeto! E ainda deram umas trincadelas no frango, etc., regando tudo generosamente com o tintol "da Casa", ao que parece excelente! Não morro de inveja porque, pelo meu lado, fui cantar com o meu grupo coral, coisa que muito aprecio fazer. Só tenho pena é de não ter dado a ajuda necessária a acabar o porquinho de uma vez.
    Então e no ano que vem, estamos lá caídos outra vez ou quê?

    Abraikes gente.
    MontiVictor

    ResponderEliminar
  2. Uma jornada que surpreendeu pela positiva em 99%! Há sempre qualquer coisinha que é da praxe, em que a malta não fica satisfeita...eh eh...só que essa pequena parte fica abafada com a qualidade restante...
    Estava tudo bem organizado, a malta da organização era prestável, assim como tiveram a ajuda das forças de segurança, bombeiros, escuteiros, entre outros... todos prontos a fornecer a segurança necessária, assim como a dar os esclarecimentos ao pessoal..
    O banho no pavilhão sem água quente é que serviu para a malta gastar menos água (e gás nenhum…) eh eh...ups
    Bons cozinheiros e bela ementa, com as calorias que bastavam para repor as energias gastas, boa pinga (para alguns, de chorar por mais) eh eh…
    Inté

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida que foi uma jornada do caraças, um sol espectacular, uma temperatura de sonho, comezaina até dizer chega, bebidas a jorros,
    Espero que tudo isto tenha deixado os MontiAusentes com água no bico=).
    A água do banho estava 5*****, perguntem ao Nando se não estava quentinha.
    O Sabadal aproxima-se

    aBRAIKES

    ResponderEliminar
  4. Só quero dizer que foi dos melhores passeios em que participámos e isso deu para reparar nos comentários anteriores. O banho e que rico banho de água quente, que só eu é que tive, houve quem achasse que estava fria eu acho que era psicológico. A companhia dos tretas mais uma vez espectacular, claro que nos vamos encontrar novamente em Sintra para um passeio convívio com eles, vai ser de arromba de certeza. O vinho branco de um particular da zona era excepcional, ao ponto de ter ido para casa a enrolar a língua enquanto falava. Não notaram Montis? Obrigado Emídio e Cadilha pelas fotos e vídeos.
    Abraikes e até já

    ResponderEliminar
  5. Pelos comentários, ve-se que tudo correu bem. Deve ter sido giro ver os Montis + os Tretas a mostrar como se pedala . E agora os montis já subiram ao forte do Alqueidão!! Tem umas vistas magnificas . Nos videos até vejo a malta subir pelas eolicas e pelo trilho do barranco. E com um á vontade de se tirar o chapeu. Ainda bem que foi antes dos reabastecimentos eheh

    Abraço para todos

    A Félix

    ResponderEliminar