Número total de visualizações de página

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Fomos à Azambuja tomar o pequeno-almoço

Os Montis da torre do meio foram rolar até Azambuja. Foi mais uma preparação para o grande passeio pela serra de Sintra.
O dia esteve excelente e os Montis pedalaram a um bom ritmo, com a habitual descontracção e animação.
A minha scottbike apresentava pela manhã o pneu traseiro em baixo. Um furo retardatário obrigava a uma rápida substituição de câmara de ar. 
Depois do café matinal na nossa sede, a sair do provisório não se sabe quando, partimos pela quinta do Cochão.
MontiVictor, o nosso sénior, MontiEmidio o trepador e eu, MontiCadilha o operador de filmagem, tinhamos pela frente uma manhã primaveril.
As ausências dos nossos companheiros mais uma vez fizeram-se sentir, quando aparecerem vêm irreconhecíveis. Parece que já os estou a ver, MontiNando com uma barba até aos peitos, MontiFélix de bigode até às orelhas e o MontiFaneca de mão dada com o neto.
Mas os Montis já estão em forma para enfrentar os próximos desafios. Sintra, Alviela, Montargil e Dão. É verdade os MontiBikers dão o litro quando vão para os trilhos. Mais uma vez o fizeram nesta ída até Azambuja, foram perto de 60km de pedalanço com um pequeno-almoço no Diamante.
Mais uma jornada cumprida esperando que no próximo sabadal a equipa esteja mais composta.
Aqui fica o filme de registo.



Abraikes e Boas Pedaladas


5 comentários:

  1. Mais um sabadal bem passado...
    Sempre a rolar...
    Com mais aves de rapina, garças, patos, carraceiras, gaivotas, narcejas etc. etc. pelos campos ribatejanos...
    A fazer falta...só o resto da equipa...
    Vamos a afinar as bikes...Sintra aproxima-se a passos largos...Este próximo sabadal é o derradeiro MontiTreino, antes de pedalarmos em terras senhoriais... Temos de ir para os montes e singles-traks...
    Inté

    ResponderEliminar
  2. Olá, cá estou eu, o mais sénior dos Montis!
    Isto de pedalar sem subidas pode não ter grande piada mas presta-se a andar depressinha e a gastar uns alargados minutos em ameno convívio no snack-bar Diamante. Fizemos uma média de 19 km/h o que é muito bom. Com efeito as obrigatórias travessias à mão, os pontos de forçoso andamento lento, a gincana da estação de Azambuja, etc. etc., contribuem para importantes reduções da média. Estivemos bem. E tivemos sorte: nada nos atrapalhou em toda a viagem! Tivemos também boas companhias: o nosso conhecido milhafre, ou águia, eu sei lá, que nos acompanhou quando da viagem a Fátima; as garças (?) cinzentas, muito especiais; os patos... e uns animais com cornos, que pastavam (pelo menos parecia que pastavam...) nalguns cercados e, quietos, acompanhavam os três pedaladores com a vista, sabe-se lá com que ideias na cabeça negra. Aproveito para salientar as ausências dos e das Montibikers que, por razões várias, não conseguem participar em tão bem-aventuradas passeatas. Temos de ter um dia em que ninguém pode faltar, que acham? Qual, ou quando, será?
    Uma notícia entretanto: a nossa MontiEduarda desandou de Alverca. Continua a sua faina jornalística n'O Mirante mas passou a cobrir os concelhos de Benavente e Salvaterra (está certo assim? ó intrépida jornalista!). Acabou por assentar a sua morada na mui ribatejana Samora Correia. E não tem pedalado nada, zero! E vai de férias já de seguida, até à sua terrinha, a Vila Verde minhota.
    Esperemos que lá para os 12 de Março venha animada e forte, como convém. Para depois combinarmos com ela uma voltita, tem de ser!

    Abraikes, pessoal e boa semana!
    MontiVictor

    ResponderEliminar
  3. Mais um pontito: há que elogiar o cuidadoso trabalho de vídeomontagem do nosso MontiCadilha, até porque permitiu que, por uma vez, saísse realçada a técnica inquestionável deste vosso Monticompanheiro e incrementado (boa!!!) o seu ego tantas vezes estilhaçado!
    Em boa hora, amigo MontiReporter!
    Mais abraikes,
    MontiVictor.

    ResponderEliminar
  4. Olá amigos Montis, sei que já sentem falta deste Benjamim, mas como sabem agora estou mais virado para o Tiro. Sendo este agora mais a sério pois existe a competição. O BTT vai começar a ser mais um hobby, sendo necessário conjugar as duas coisas. Posso garantir que em ocasiões mais especiais eu estarei presente, como passeios combinados e encontros para reuniões. Espero com isto não ficarem chateados comigo, como sabem eu comecei no BTT porque afastei-me por uma época do Tiro com Arco e gostei do espírito de grupo que existia nos Montibikers, podendo ser mais assíduo nos passeios de BTT. Agora vou tentar melhorar a minha performance no Tiro com Arco, para se possível ir a uma prova internacional.
    Dia 10 lá estarei na vossa companhia e de certeza com alguma novidade sobre a minha primeira prova.
    Até lá um grande Abraike com saudade.

    ResponderEliminar
  5. Força Nando! Boas esticadelas de arco e pontaria afinada é o que desejo a ambos os Montibikers que militam no Tiro com Arco.
    Então até 10MAR, se não for antes.

    Abraikes.
    MontiVictor

    ResponderEliminar