Número total de visualizações de página

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Uma visita ao "Paraíso"


Houve quem tivesse medo da chuva e ficou na caminha, mas três Montis acreditaram no homem da metereologia e fizeram-se aos trilhos por volta das 8:45.
MontiCarlos gostou da experiência do último sabadal e hoje não faltou,  MontiTiago após um breve interregno marcou presença a pensar já na preparação para mais uma aventura até Santiago de Compostela lá para Maio.
Após um breve briefing decidimos fazer uma visita ao “Paraíso”, local ainda desconhecido do nosso  benjamim, MontiCarlos.
Os terrenos encontravam-se nalgumas partes um tanto ou quanto alagados, mas com um pouco de esforço foram ultrapassados.
MontiCarlos trazia desta vez a sua mais recente aquisição, uma Spezialize roda 29. Claro está que por vezes o homem desaparecia.
Chegamos ao “Paraíso” com um Sol primaveril. O ribeiro corria forte e com um caudal apreciável e nós deliciados com tão belo cenário.
Mas o tempo passa e após algumas fotos retomamos o nosso pedalanço agora rumo ao Zambujal. Após um pequeno reabastecimento de liquidos no fontanário do Zambujal apontamos as bikes à quinta da Boiça.
No portão da quinta juntou-se aos MontiBikers um solitário, homem das biclas mas que hoje optara por pedalar numa bike.
Depois de atravessarmos a quinta e com a ideia de regressarmos pelo trilho do Trancão, fomos aconselhados pelo nosso amigo solitário a não o fazer porque o trilho estava em péssimo estado. Assim optamos por voltar para trás tomando um outro trajecto.
Optamos pelo trilho de Frielas, retomando os caminhos de Fátima, passando pela Granja e Alpriate apanhando a variante de Vialonga até ao Cabo de Vialonga, passagem pela Sagres e finalmente paragem no Elefante Azul para lavagem das Bikes.
Para além das Bikes o MontiTiago também foi a banhos. Despedidas feitas e os três heróis regressaram a casa.
Eram 12:45h quando cheguei à garagem da torre do meio com o contaquilómetros a marcar 49,10km, nada mau, um ligeiro cansaço, algum frio mas feliz por mais um passeio na companhia dos meus amigos MontiBikers.
Abraikes
Fotos

Filme


4 comentários:

  1. Epá, este passeio foi bom, mas para a próxima não se esqueçam das galochas e dos botes insufláveis, pois as bikes não flutuam dentro de água hehehehehe
    Abraikes

    ResponderEliminar
  2. É pá,
    Para bikes de tracção atrás não está mal...
    Qualquer dia ainda alguém inventa uma bike de tracção ás duas rodas..para superar certo tipo de obstáculos e terreno mais durinho... eh eh
    Ai dava geito aquelas meias impermeáveis, pois os penantes não sofriam tanto, mantinham-se secos e quentinhos.
    As melhoras para quem se desculpa com desculpinhas.. eh eh, ups...
    estejam descansados... também me toca... um pouquinho..mas qualquer dia verão...
    verão o verão daqui a uns mesitos...eh eh
    mas a mim também me verão... tenham calmex que a trek já começa a me exigir umas voltitas...
    O mais tardar... até a assembleia magna na nova sede eternamente provisória...

    Inté

    ResponderEliminar
  3. MontiEmídio, assim é que é falar! Mas vamos lá ver no que vai dar!
    Cá por mim, se nada surgir em contrário, alinharei no próximo Sabadal. Não vou estar em forma mas isto tem de recomeçar!
    Agora até temos reportagens com incomparável categoria, portanto tudo contribui... e até porque nos Casais do Forno não quero ser apanhado em falso, meus amigos.
    Um grande cumprimento a todos com a recomendação de que não se deixem vencer pelo frio. No ano passado também rapámos algum mas estamos vivos e cada vez melhores!...

    Até sábado.
    Abraikes para todos, muito em especial para os pobres dos não-pedalantes! Sabemos quanto estão a sofrer vendo as aventuras, os pingos de lama, os banhos de agulheta, etc. etc.

    Mais abraikes.
    Victor

    ResponderEliminar
  4. Parece que me safei de um dia de lama.. mas é sempre bom ver quem a tentou desafiar e ficou lá preso eheh!

    ResponderEliminar