Número total de visualizações de página

sábado, 23 de julho de 2011

Bom Montipasseio no sábado 23JUL2011


O álbum de Fotos


Os vídeos estão no final da reportagem

Track deste nosso passeio  http://www.gpsies.com/map.do?fileId=tgqnqtltjznivzpv



Os três Montis da garagem 4 encontraram-se mais ou menos à horinha, 7:30, mas a bike do MontiCadilha apresentou-se em default com os dois pneus vazios. Toca a dar à bomba e os pneus, já com outro aspecto, permitiram que o pessoal arrancasse para a sede ao encontro do MontiNando. À cautela MontiCadilha sacou mais uma câmara de ar sobressalente não fosse o diabo tecê-las. Reunidos os quatro participantes do Montipasseio, cafézinhos tomados, ai que a ScottCadilha tem a roda da frente vazia. Aí está o pessoal a dar o seu melhor para que o azarado início dê lugar às convenientes pedaladas.

Grande esforço mas o tempo de substituição foi muito além dos piores dos últimos das provas de Fórmula 1!

Desculpem lá mas é verdade!

Pronto, roda montada, com o sol a querer aquecer a frescura da manhã, aí vai o grupinho a caminho das Salinas, onde teve a companhia de um trio de bikers sem nome. Largaram-nos na rotunda, onde apontámos à estrada dos Caniços para virar depois para o caminho do campo até ao túnel. Nesse viranço MontiVictor ficou retido pelo trânsito e os outros três Montis adiantaram-se e perderam-se no horizonte. MontiVictor pedalou bravamente para encurtar a distância, esfalfou-se, um pouquinho, e o que vê? Que os galifões da frente resolveram subir a rampa que do túnel leva a Bragadas! Bem, que remédio senão segui-los! Ainda meio enferrujado meteu a levezinha e tratou de dar à perna mas... a sorte dele é que na frente o Montitrio também se esqueceu de pedalar e resolveu a subida da maneira mais clássica, a pé! Ainda bem! Prosseguimos na senda da célebre descida para Alpriate e, definida a entrada no declive, MontiVictor à frente - a pé, sim, mas arrancou à frente! - o trio de galifões desceu aquela coisa com muita limpeza. MontiVictor, cauteloso, só montou a Ghostbike na segunda fase da descida e todos chegaram bem. Apontámos em seguida à Granja, a caminho do Quintanilho, de onde subimos com à vontade até ao Zambujal. Continuando a subida até às eólicas, todos a limparam mas MontiVictor, cauteloso, poupava a Ghostbike fazendo alguns troços a pé. Despachada a foto de grupo no engravilhado terreno dos aerogeradores, imóveis sabe-se lá porquê, continuámos a subida até ao local da grande opção: ou direita para Sta. Cruz ou esquerda para uma fantástica descida até ao Zambujal. Claro que fomos pela esquerda e todos gozámos o prazer desse belo trecho do monte. Montinando fazia-a pela primeira vez e ficou encantado! Muito bem! Então... e a seguir? Alguma hesitação e aí vamos na direcção de Bucelas, na expectativa de irmos comer umas laranjas ao Minimercado. Meu dito meu feito, eles lá! Uma laranja para cada um e que boas eram, acreditando nos comentários. A minha, huuuum, era óptima! Só não sei quem pagou mas creio que foi MontiCadilha. Como não tenho a certeza vai um sincero obrigado de todos ao pagador! Os lavabos do jardinzinho próximo receberam as Montivisitas e seguimos para a Quinta do Boição, onde nos saudou um comité de recepção constituido por dois funcionários. Nessa altura o sol já queimava e soube bem gozar da frescura daquele trilho, sempre agradável. Apostados em percorrer caminhos já conhecidos, com alguns troços de subida mais exigentes, fomos pedalando sem desfalecimentos até À-de-Mourão. Que havíamos de escolher nesse ponto? Imaginem lá... Claro, o que dava mais gozo! E aí vão, todos, em descida alcatroada até à Calhandriz, passando por baixo do viaduto da A10, um dos mais elegantes que eu conheço.

O regresso a Alverca decorreu sem novidade e sem esforço, com um desvio na EN10 para atravessarmos de bike a nossa Quinta do Cochão. Foram 43 km de grande aplicação e prazer. Faço votos de que o próximo Montipasseio seja mais concorrido, pois vale a pena aproveitar este período que, afinal, não tem sido de calor.


Até à próxima, Montistodos.

Abraikes do Victor, cronista deste Montipasseio.

Os vídeos do MontiPasseio
Descida em Alpriate

Descida no Zambujal

Momento da laranja


3 comentários:

  1. mais uma crónica à MontiVictor. O passeio dos Montis relatado com as sábias palavras do nosso Sénior. Foi sem dúvida um MontiPasseio de grande qualidade, MontiFélix nem sabes o que perdeste.
    Só um reparo, desta vez não fui eu quem pagou as deliciosas laranjinhas. Fica aqui também o meu agradecimento ao pagador.
    Venha o próximo
    Abraikes

    ResponderEliminar
  2. Bom, MontiVictor assim está melhor!
    O comentário fica para depois de ler a crónica toda (devo demorar + - uma semana) eh eh
    O que quero ver, são as fotos todas, pois o meu amigo tem um certo jeitinho para guardar algumas só para o seu espólio.....
    Tem de criar uma conta no picasa que é muito simples e colocá-las lá todas, pois também é muito simples....Não sabe?? O nosso Expert chama-se MontiCadilha, que não se deve importar de lhe repetir o workshop (se necessário eu também posso tentar dar uns toques "na bola")

    Obs.: continue a escrever pois está quase no ponto.
    Já se verificam grandes melhorias!!!!!!!!!
    Abraikes

    ResponderEliminar
  3. Amigo MontiVitor gostei muito da sua crónica e em relação ao passeio adorei a descida para o Zambujal, foi um momento de grande adrenalina. Este passeio foi mesmo à Montibiker sempre a subir montes, em princípio no próximo teremos a companhia de um ex-colega meu de trabalho. Já agora quero acrescentar que não houve nenhum beija-flor durante todo o percurso.
    Abraikes a todos.

    ResponderEliminar