Número total de visualizações de página

domingo, 25 de maio de 2014

Na 8ª Maratona do MK-Makinas

E o dia 25 de Maio chegou, e quatro MontiBikers foram a Tábua à

    8ª Maratona do MK-MAKINAS.

Por muitos considerada como o Paraíso do BTT ou a Catedral do BTT.
Por mim chamaem-lhe o que quizerem, uma coisa vos digo, é um verdadeiro ESPECTÁCULO!!!
De todos os eventos do género em que participei, este é sem dúvida o melhor. Uma organização impecável, trilhos super bem marcados com informações adicionais quanto à perigosidade ou ao esforço a despender, bombeiros em diversos locais, staff por todo o lado e simpatia a rojo.
Trilhos uma maravilha, aquele das pontes é demais e aquela grande descida que antecede a zona das pontes, a partir daqueles rochedos que emoção. Dois verdadeiros Hinos ao BTT.
Ao longo do percurso além dos abastecimentos fomos presenteados com uma actuação de um rancho foclórico e um jovem agrupamento musical, maravilha.
Os Montis participaram no percurso dos 40km, MontiLuís e eu partimos da box1 e MontiNuno e MontiRui da box3. MontiLuis partiu sem deixar rasto, e devido ao intervalo das partidas o reagrupamento com os Montis da box3 não se efectuaria.
MontiLuís acabaria por fazer os 40km em 2:24h, os MontisTuristas ultrapassariam as 3:30h.
Foi um fim de semana fabuloso, com as viagens tranquilas, uma boa estadia no Hotel Turismo da Tábua e uma Belíssima participação na Espectacular 8ª Maratona do MK-Makinas em Tábua.
Se tudo correr bem para o ano lá estaremos e se possível com mais Montis.

Abraikes 


O Track

As Fotos

Filme 01

Filme 02

Filme 03

BTT 8ª MK-Makinas 2014 - alguns momentos parte I

BTT 8ª MK-Makinas 2014 - alguns momentos parte II

BTT 8ª MK-Makinas 2014 - alguns momentos parte III

BTT 8ª MK-Makinas 2014 - alguns momentos parte IV

BTT 8ª MK-Makinas 2014 - até à meta parte V












terça-feira, 20 de maio de 2014

Um passeio na Serra da Arrabida 18 de Maio de 2014

O Track

Um passeio na Arrábida organizado pelos Amigos ArrabidaBikers Mário e João, com a participação de mais 2 Arrabidabikers Glória e Claudio e ainda o SintraBiker Sérgio mais o BarreiroBiker Zé Luís. Os MontiBikers presentes Emídio, Nando e Cadilha.
Com a saída da Quinta do Anjo a passar um pouco das 8:30h percorremos 40km de trilhos pela bonita Serra da Arrábida e terminamos por volta das 13:00h.
O choco frito estava marcado para as 13:30h e não houve 1 minuto de atraso. Houve tempo para a lavagem das “meninas” e o nosso banho refrescante seria nas belas instalações das piscinas.
Um passeio fantástico que fica para a história MontiBiker, em excelente companhia com belos trilhos, muita emoção e muitos acontecimentos.
Melhor do que as palavras os filmes e as fotos vos dirão melhor aquilo que vivemos.
No final a degustação do belo choco frito com a respectiva cervejinha. Ainda tivemos ao almoço a companhia de mais um ArrabidaBiker, o Marco.
Depois do almoço fomos a Azeitão para comer uns pastelinhos de bacalhau mas como não havia acabamos por beber um copinho de moscatel.
Para a família compramos umas tortinhas de Azeitão.
Ao amigo Mário e João os nossos agradecimentos pela bela manhã de BTT que nos ofereceram
Um Grande Abraço e Bem Hajam
Abraikes
As Fotos 

O Filme 1ª Parte

O Filme 2ª Parte





terça-feira, 13 de maio de 2014

Sabadal de 10 de Maio 2014

O track


Um sabadal já a pensar na visita à Arrábida. Os MontisPresentes, Emidio e Cadilha foram pedalando em ritmo turistico. Seguindo pelo trilho do alto do Forte da Casa, passando pela Verdelha do Ruivo.
Antes de iniciarmos a descida para o trilho na direcção da Mata do Paraíso, MontiEmidio sugeriu um irmos à descoberta de um novo trilho, era uma “subidita”.
Fomos ao desafio. A dita cuja nunca mais acabava e a inclinação era tal que ao fim de 20 metros já estavamos a empurrar as bikes.
Quando nos foi possível pedalar a subida ainda continuava mas agora com uma pendente aceitável.
Para nossa surpresa fomos parar ao alto do Monte do Serves.
Num moinho junto às eólicas paramos para o abastecimento mas ficamo-nos pela intenção. O vento era tanto que decidimos fazer logo a descida. Só paramos na Mata do Paraíso junto ao ribeiro.
Depois do abastecimento e de umas fotos e filmagens aos girinhos foi o regresso.
Um sabadal calmo e breve desta dupla que no próximo domingo na companhia dos Montis Nando e Paulo estaremos na bela Arrábida.


Até lá Abraikes   
 O Filme

Uma curiosidade
          Na sexta feira dia 9 encontrei o MontiVictor ao final da tarde. Estava com a bike tinha dado uma voltita, estava fixe.
           No mesmo dia à noite MontiLuis respondia ao meu email de convocatória para o sabadal, dizendo estar constipado e a sua participação no AlvercaBike estar em dúvida.
           Na segundafeira dia 12 vejo as classificações no AlvercaBike e o MontiLuis ficou em 10º nos 50km e o MontiVictor comunica em email que não participou por estar engripado.
           Realmente a vida dá muitas voltas em curto espaço de tempo ou então anda aí mão de Bruxo.

Abraikes

domingo, 4 de maio de 2014

Sabadal de 03 de Maio de 2014

O Track

Numa visita à Serra de Alrota 4 Montis pedalaram numa manhã solarenta, MontiVictor, MontiTiago MontiNuno e MontiCadilha. Foram 45 km com 700mt de subida acumulada, percorrendo alguns trilhos novos, especialmente para o Nuno.
Saída às 8:40 em direcção a Vialonga, plano, um aquecimento perfeito, para enfrentar em força a subida para a Mata do Paraíso. Atingido o alto da central dos paineis solares, descemos para o Zambujal e a rolar por alcatroni chegamos a Bucelas. Continuamos para a Bemposta atravessando o rio em direcção ao Freixial.
Subimos por trilho até à já nossa bem conhecida “descida dos cães”. Uma descida curta e boa tendo sempre por companhia uma meia dúzia de “cãezarrões”. Hoje tivemos a surpresa de não estarem presentes.
Nova subida agora para o nosso habitual ponto de paragem de abastecimento, sempre que vimos para estes lados, com a vista para a Vila Nova.
Energias repostas, descemos por estrada até Vila Nova. Entramos no trilho para a subida bem longa da Serra de Alrota. MontiVictor estava imparável, a GhostBike nunca se recusou a subir, nem mesmo quando empurrada.
Atingimos o topo e mais uma grande descida até chegarmos a uma estrada de alcatrão que nos levaria novamente a Bucelas.
Até que à esquerda se nos depara um novo caminho e tomando-o fomos ter à Quinta do Boição, surpresa bem agradável. Mais uma visita à “cascata do Boição”.
Uns jovens bikers tomavam um refrescante banho na cascata. Depois de umas fotos regressamos ao trilho para subirmos até ao alto de À do Mourão.
Finalmente veio a última e grande descida até Alverca passando pela Calhandriz.
Depois das despedidas a MontiTiago chegariamos à garagem do nº4 por volta das 12:30 com mais uma grande jornada concluída. Sem dúvida uma boa preparação para a participação do MontiTiago nas Maravilhas do Sobral de Monte Agraço na companhia do MontiLuís.
Abraikes
O Filme