Número total de visualizações de página

domingo, 31 de julho de 2011

Passeio de 30 de Julho - Os meus filmes

Deixo-vos aqui os filmes feitos na minha GoPro, foi um belo passeio na companhia de dois novos amigos, um com grande andamento, o Capitão e outro com potencial para lá chegar, o Frederico.
Fica aqui o último registo antes do período de férias, para Setembro cá estaremos.

Boas Férias e Abraikes











sábado, 30 de julho de 2011

Passeio de 30 de Julho 2011 (Alverca-Póvoa de Santa Íria)



Filmes


Caros amigos Montibikers e amigos participantes, este foi um dia especial para nós visto que tivemos um número de bikers no passeio (8) superior ao habitual. O programa de hoje era para ser iniciado pelas 7H30 na nossa definitiva sede provisória, mas como havia a surpresa de novos participantes tivemos que esperar pela sua chegada. Durante esse tempo de espera alguns tomaram o seu cafezito matinal.
Após estarmos todos reunidos e feitas as apresentações, demos início ao passeio que no pensamento de alguns era para ser soft (MontiEmídio, MontiCadilha) pois estavam em pré-férias e não queriam ficar moídos para início das mesmas, mas tal não se viria revelar pois a maioria do pessoal quer é Montes e como era um grupo grande podia ser monótono.
Os primeiros 17 Kms foram em terreno plano para o aquecimento dos músculos, onde fizemos a passagem pelas salinas; Póvoa de Santa Íria; Alpriate; Granja e Santo Antão do Tojal, aqui fizemos uma pausa para a foto de grupo e pequeno almoço prometido pelo MontiEmídio em relação ao seu aniversário no passado dia 28 deste mês. Eu como não tinha fome tomei e brindei à saúde do nosso Montianiversariante com a famosa ginja sem elas. A seguir iríamos retomar o caminho desta vez para os Montes, já que toda a gente estava preparada com os músculos quentes e barriga cheia, é claro que o nosso MontiFaneca e o meu amigo Frederico tiveram mais dificuldade. O Faneca por não aguentar as subidas mais íngremes e o Frederico por não estar habituado a andar mais vezes de bicicleta. A surpresa foi o amigo do Faneca (o Capitão, sim é mesmo o nome dele) que mostrava bom desempenho físico para estas andanças, lembrou-me o nosso amigo Nautibiker Rui Centeno, sempre com grande robustez para subir os Montes (já sinto algumas saudades da sua companhia no meio de nós, um grande abraço para ele, se tiver a oportunidade de ler esta crónica).
A subida até à sub-estação da E.D.P. foi um pouco penosa mas nada que não se transpusesse, houve sítios que me lembraram os caminhos em Sintra feito por nós aquando da nossa única aventura por lá, em que tinham alguma abundância de vegetação.
Sobe a sub-estação tivemos uma vista panorâmica com algum nevoeiro rodeando os enormes Geradores Eólicos e algum frio sentido por alguns de nós (talvez aqueles que suaram mais a subir).
Após a pequena pausa para desfrutar da paisagem e ingerir algum alimento e água (o meu amigo Frederico como não está habituado a este regime não trouxe esses elementos com ele), começámos a descer até ao Freixial onde numa das descidas com carácter de dificuldade, o nosso MontiVitor teve uma pequena queda, mas como recorreu à sua técnica militar do enrolamento não sofreu nenhuma mazela (será que o nosso MontiCadilha conseguiu filmar tal acontecimento, veremos).
Antes de chegarmos a Bucelas para degustar a bela laranjinha do mini mercado, o MontiFaneca teve um problema mecânico com a Méridabike que só demos conta quando parámos à espera dele e observámos que vinha com a bike à mão, prontamente alguns de nós foram ajudar a resolver o sucedido. No mini mercado as laranjinhas já estavam à espera daqueles que foram no auxilio do MontiFaneca, eram deliciosas e muito sumarentas.
A seguir como havia alguma intenção de chegar cedo ao final do passeio, seguimos pela estrada nacional até ao desvio para o Casal das areias, em que seria o último trilho em terreno para BTT. Depois quando chegámos à entrada da Confersan parámos para nos despedirmos uns dos outros, visto que tínhamos de seguir diferentes direcções para casa, alguns foram para Alverca, eu, o Frederico e o MontiFélix rumámos à Póvoa de Santa Íria onde terminaríamos mais um belo passeio à Montibikers.
Um grande ABRAIKE a todos e espero que volte a haver mais passeios como este, em que o número de participantes seja igual ou superior.

sábado, 23 de julho de 2011

Bom Montipasseio no sábado 23JUL2011


O álbum de Fotos


Os vídeos estão no final da reportagem

Track deste nosso passeio  http://www.gpsies.com/map.do?fileId=tgqnqtltjznivzpv



Os três Montis da garagem 4 encontraram-se mais ou menos à horinha, 7:30, mas a bike do MontiCadilha apresentou-se em default com os dois pneus vazios. Toca a dar à bomba e os pneus, já com outro aspecto, permitiram que o pessoal arrancasse para a sede ao encontro do MontiNando. À cautela MontiCadilha sacou mais uma câmara de ar sobressalente não fosse o diabo tecê-las. Reunidos os quatro participantes do Montipasseio, cafézinhos tomados, ai que a ScottCadilha tem a roda da frente vazia. Aí está o pessoal a dar o seu melhor para que o azarado início dê lugar às convenientes pedaladas.

Grande esforço mas o tempo de substituição foi muito além dos piores dos últimos das provas de Fórmula 1!

Desculpem lá mas é verdade!

Pronto, roda montada, com o sol a querer aquecer a frescura da manhã, aí vai o grupinho a caminho das Salinas, onde teve a companhia de um trio de bikers sem nome. Largaram-nos na rotunda, onde apontámos à estrada dos Caniços para virar depois para o caminho do campo até ao túnel. Nesse viranço MontiVictor ficou retido pelo trânsito e os outros três Montis adiantaram-se e perderam-se no horizonte. MontiVictor pedalou bravamente para encurtar a distância, esfalfou-se, um pouquinho, e o que vê? Que os galifões da frente resolveram subir a rampa que do túnel leva a Bragadas! Bem, que remédio senão segui-los! Ainda meio enferrujado meteu a levezinha e tratou de dar à perna mas... a sorte dele é que na frente o Montitrio também se esqueceu de pedalar e resolveu a subida da maneira mais clássica, a pé! Ainda bem! Prosseguimos na senda da célebre descida para Alpriate e, definida a entrada no declive, MontiVictor à frente - a pé, sim, mas arrancou à frente! - o trio de galifões desceu aquela coisa com muita limpeza. MontiVictor, cauteloso, só montou a Ghostbike na segunda fase da descida e todos chegaram bem. Apontámos em seguida à Granja, a caminho do Quintanilho, de onde subimos com à vontade até ao Zambujal. Continuando a subida até às eólicas, todos a limparam mas MontiVictor, cauteloso, poupava a Ghostbike fazendo alguns troços a pé. Despachada a foto de grupo no engravilhado terreno dos aerogeradores, imóveis sabe-se lá porquê, continuámos a subida até ao local da grande opção: ou direita para Sta. Cruz ou esquerda para uma fantástica descida até ao Zambujal. Claro que fomos pela esquerda e todos gozámos o prazer desse belo trecho do monte. Montinando fazia-a pela primeira vez e ficou encantado! Muito bem! Então... e a seguir? Alguma hesitação e aí vamos na direcção de Bucelas, na expectativa de irmos comer umas laranjas ao Minimercado. Meu dito meu feito, eles lá! Uma laranja para cada um e que boas eram, acreditando nos comentários. A minha, huuuum, era óptima! Só não sei quem pagou mas creio que foi MontiCadilha. Como não tenho a certeza vai um sincero obrigado de todos ao pagador! Os lavabos do jardinzinho próximo receberam as Montivisitas e seguimos para a Quinta do Boição, onde nos saudou um comité de recepção constituido por dois funcionários. Nessa altura o sol já queimava e soube bem gozar da frescura daquele trilho, sempre agradável. Apostados em percorrer caminhos já conhecidos, com alguns troços de subida mais exigentes, fomos pedalando sem desfalecimentos até À-de-Mourão. Que havíamos de escolher nesse ponto? Imaginem lá... Claro, o que dava mais gozo! E aí vão, todos, em descida alcatroada até à Calhandriz, passando por baixo do viaduto da A10, um dos mais elegantes que eu conheço.

O regresso a Alverca decorreu sem novidade e sem esforço, com um desvio na EN10 para atravessarmos de bike a nossa Quinta do Cochão. Foram 43 km de grande aplicação e prazer. Faço votos de que o próximo Montipasseio seja mais concorrido, pois vale a pena aproveitar este período que, afinal, não tem sido de calor.


Até à próxima, Montistodos.

Abraikes do Victor, cronista deste Montipasseio.

Os vídeos do MontiPasseio
Descida em Alpriate

Descida no Zambujal

Momento da laranja


domingo, 17 de julho de 2011

O Filme da Inauguração do nosso MontiEquipamento

Não fomos para os montes, a solidariedade para com o nosso MontiFaneca assim o exigiu.
O passeio foi feito a rolar com muita animação e muita descontracção.
MontiEmidio já fez o relato e eu deixo-vos um registo em filme, divertam-se.


Estreia do novo equipamento MontiBiker









Este sábado, os MontiBikers fizeram o passeio até terras de Azambuja, no dia em que estrearam pela primeira vez o seu novíssimo equipamento.
Foram 61 kms até á estação da CP de Azambuja e regresso. Seguimos os "Caminhos de Fátima", mas em Vila Franca em vez de seguirmos pelo alcatrão (pelo lado esquerdo da linha dos caminhos de ferro), seguimos sempre pelo lado direito da mesma linha, onde fomos sempre pelos estradões das lezirias.
De salientar que em parte do percurso fomos alegremente acompanhados pela "Águia Vitória", um Milhafre que andava á caça de, talvez uns patitos ou algo do género para o seu almoço.







Clica para veres muitas fotos





















quinta-feira, 14 de julho de 2011

Barcelona

No inicio do mês de Junho, por altura do meu aniversário, fiz uma viagem a Barcelona na companhia da minha esposa. Ocupado com outros filmes, dos MontiBikers, não vos dei um cheirinho dessa minha viagem.
Como nunca é tarde para ver-mos lugares bonitos, aqui vos deixo 3 dos filmes de fotos que montei.
Espero que gostem.
Vistas gerais de Barcelona

Catedral da Sagrada Família

Lisboa vista de avião



domingo, 10 de julho de 2011

Passeio de 09-07-2011

Como o passeio de Domingo, programado para irmos fazer um raid por terras do Sobral de Monte Agraço, na companhia de uns amigos do MontiFélix, foi desmarcado/adiado para outro dia a definir mais tarde, devido a problemas de saúde do MontiFélix, os MontisRestantes decidiram então concretizar um raid que já tinham tentado fazer, mas que devido a sermos principiantes nas andanças com GPS, não chegamos a concretizar.
Devido a querermos sair montados na bike desde Alverca até Arruda, então decidimos que iríamos fazer cerca de metade de um raid que já se torna clássico por terras de Arruda dos Vinhos e que é "Arruda - Montejunto-Arruda".
Saímos de Alverca ás 7:40, seguimos os "Caminhos de Fátima" até Alhandra, e ai viramos á esquerda na direcção de Arruda onde chegamos por volta das 8:40. Tomamos o pequeno almoço e seguimos na direcção de Montejunto até ao lugar de Sobreiros, onde ai fizemos um atalho até ao lugar de Mato, para retomarmos o Caminho de volta desse tal clássico na direcção de Arruda.
Chegamos a Arruda por volta das 12 horas, passamos pelo centro histórico e seguimos na direcção de Alverca onde chegamos por volta das 12:30.

Percorremos cerca de 58 kms em 3 horas e quarenta minutos a uma média de 15.9 kms/hora para uma subida acumulada de 972 metros. O restante do tempo ficou para apreciarmos a paisagem, comermos umas ameixas ao natural (uma delicia apreciada no caminho), falarmos com o MontiNando que tinha acabado o seu treino por terras Algarvianas e para nos colocarmos no trilho certo após alguns pequenos desvios de rota.

Em principio para a semana contamos com o máximos de MontiBikers possíveis para o MontiTreinoSabadal, já com a presença do nosso correspondente Algarviano, para junto de todos passearmos já com o nosso novíssimo MontiEquipamento.



Clica e vê as imagens



Clica na imagem para veres os vídeos



A página onde está oTrak GPS do passeio percurrido, que poderá ser descarregado em gpx para o GPS ou em kml para ser visto no Google Earth.
http://www.gpsies.com/map.do?fileId=nsxgdurbwikjwxfx

sábado, 9 de julho de 2011

Passeio em Cabanas de Tavira em 9 de Jul de 2011


Olá amigos Montis, como sabem os ares do Algarve por vezes são muito fortes, tão fortes que cortam a possibilidade de ir a banhos. Para mim isso até convém porque assim pego na CubeBike e parto para novas aventuras. Hoje não houve nenhum percalço como no anterior passeio, visto que tinha tudo preparado desde o dia anterior. Saí de casa bem cedo às 6H45 para estar em Cabanas de Tavira por volta das 7H00 e dar início a mais um percurso por estas terras tirado da net.
Este percurso é muito bom e arrisco-me a dizer que seria uma boa prova de meia maratona de BTT, mesmo tendo ainda alguns 8 Kms em estrada, o que se poderia anular e passar todo por terreno propício para a prática deste maravilhoso desporto.
Uma das coisas que me fascinou foi o passar durante o percurso quatro vezes por o leito do mesmo ribeiro porque como sabem nesta altura está seco mas penso que este passeio se for feito no princípio da Primavera, talvez a bike tenha de andar por dentro de água.
Tem umas subidas boas e umas descidas fascinantes, chegando mesmo ao ponto de sair da rota por três vezes, tal era o embalo.
As vistas são muito bonitas, tanto para os montes como para o mar, é claro que fico só triste por não ter a companhia dos meus compadres Montibikers, mas estão no meu pensamento mesmo quando estou a rolar em cima da CubeBike, a verdadeira máquina de devorar Kms em todo terreno.
Estou quase a ir para Lisboa para ingressar no grupo novamente, portanto esperem por mim para novas aventuras como sabem.
Um grande ABRAIKE Algarvio a todos é tudo o que vos posso desejar.
Deixo-vos em baixo a informação deste passeio.

Hoje fomos para lá do Sobral

Este fim de semana o programa deu uma grande cambalhota. Estava previsto irmos com uns amigos do MontiFélix pedalarmos no Domingo pelos montes do Sobral de Monte Agraço, sim essa mesmo, a que já tem um parque infantil.
Infelizmente o nosso MontiFélix adoeceu e o programado ficou desprogramado.
Contudo Monti que é Monti não se desprograma facilmente, e assim os Montis que estavam bem, resolveram ir na mesma ao Sobral mas anteciparam a ida para o Sábado.
E cá estou eu para fazer um breve relato dos acontecimentos e oferecer-vos algumas fotos e filmes do nosso animado passeio.
Saída marcada para as 7:30 na garagem do nº4, sofreria um ligeiro atraso de 10min.
MontiEmideo com o seu GPS activo e track carregado, MontiCadilha com a GoPro colocada no capacete e MontiVictor dava a voz de largada.
Desta vez fomos até Arruda via Alhandra/Cotovios. Em Arruda tomamos o pequeno almoço gentilmente oferecido pelo nosso MontiEmideo.
Depois do "repasto" daríamos inicio ao nosso passeio propriamente dito, porque até aqui foi só alcatrão, e os Montis querem é montes.  
Ora vamos lá visionar alguns trilhos do passeio
Galeria de fotos

Galeria de videos
Depois de uma subida valente em alcatrão entrámos finalmente no trilho e uma bela vista sbre Arruda dos Vinhos

Quem muito sobe também desce, ora aqui vai uma descida

Vinhas, não faltam por estes lados, querem ver

Quase parado, parado e tombo

Para compensar vamos à chinchada

Cá estou eu para vos deixar aqui mais estes registos

Por terras do Sobral deparamos com este trilho

MontiNando de férias e trilhando por terras Algarvias, telefona-nos dando-nos os bons dias.
As saudades de trilhar caminhos com os MontiBikers

Uma descida sem saída também se encontra
Pois é, a Mãe Natureza tinha coberto o trilho com vegetação e o trilho ficou simulado, tivemos que andar à caça, e recuar alguns metros até o encontrarmos

Mais uma descida com muita vegetação

Mais uma descida

Agora em alcatrão

E como estávamos com fome fomos às peras

A caminho de Alverca em alcatrão MontiVictor tenta a descida sem dar ao pedal


Foram percorridos cerca de 56km
com muita energia e camaradagem 

ABRAIKES